bandeira-brasil1sssss

Empresas Nacionais x Empresas 100% Nacionais. Qual é a diferença?

O que é uma empresa nacional?

Ou melhor, o que é uma empresa 100% nacional?

Afinal de contas, ser uma empresa 100% nacional é uma característica positiva? Ou ainda, o que tem de positivo em ser uma empresa 100% nacional?

Diria talvez, para responder de forma bem simplista e pessoal, que uma empresa nacional tem suas “raízes” e atuação exclusiva no Brasil. Fundada por brasileiros. Talvez esta empresa fosse considerada 100% nacional se não seguisse uma ideologia estrangeira, se não tivesse capital ou qualquer investimento estrangeiro.

No final das contas, acredito que esta característica é importante sim. Extremante positiva quando o empresário, dono desta empresa 100% nacional, declara tal fato “cheio de orgulho” por acreditar no Brasil. Ciente que é de seu papel social fundamental, investir seus parcos recursos em seu país. Beneficiando assim uma cadeia produtiva, trabalhadora e com as mesmas esperanças que o move. Ciente de que, em muitas vezes, não encontrará amparo ou quaisquer retornos das classes governantes, mas que mesmo assim, se nega a simplesmente a “entregar os pontos”.

Declarar que é uma empresa nacional não implica que você negociará produtos 100% nacionais. Produtos desenvolvidos em seus birôs de engenharia, industrializados em montadoras nacionais. Ou seja, produtos 100% nacionais de verdade: Desde a concepção da ideia original até o produto acabado e exposto na prateleira.

Infelizmente o que temos visto ultimamente é um fenômeno de “patriotismo exacerbado” de empresas “100% nacionais” que gritam “aos quatro cantos” terem a sua linha de produtos como “itens 100% nacionais”, mas comprados na China! Não fiquem assustados, é exatamente isto. Produto importado tratado como produção nacional!!

Importam seus produtos ditos como “nacionais”, aplicam sua logomarca em adesivos de policarbonato e… abracadabra: temos um produto 100% NACIONAL!!… Será?

Estas empresas nem se preocupam com as informações silkadas nos equipamentos pelos fornecedores dos quais foram comprados, geralmente em inglês técnico, muitas vezes com caracteres chinês. Nem se dão conta que o olhar mais critico de um cliente atento derruba por terra tal engodo.

Talvez a forma ideal de esta empresa evitar a dita “saia justa” seria, honestamente, declarar que: seus produtos são comercializados através de acordos de O&M e que foram produzidos por outras empresas, não brasileiras. Porém, que podem garantir sua qualidade e que cede em garantia um de seus bens mais precioso: Seu NOME.

Esta é minha opinião. Esta é a forma como agimos em nossa empresa 100% nacional, desde o momento que resolvemos complementar nossa linha de produtos com outros cuja fabricação nacional mostrou-se inviável.

Divulgamos abertamente aos nossos clientes que, possuímos uma linha complementar de produtos em O&M, homologada e garantida pela nossa engenharia. Sustentada por nossa Marca.

Porém, opinião é como “impressão digital”, cada um tem a sua. E, infelizmente a opinião de muitos é: “…- que se lixe a verdade. Vamos continuar usando a expressão 100% nacional como diferencial e ludibriando os clientes.

Afinal, QUE DIFERENCIAL?!

Compartilhe essa postagem: